Autor Tópico: Os legumes e os seus benefícios  (Lida 46775 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline a gerência

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 1805
  • Karma: 113
  • Tudo sob control...
Os legumes e os seus benefícios
« em: Janeiro 27, 2009, 10:31:09 »
Variar o consumo dos legumes é importante, porque alguns legumes são ricos em determinados nutrientes, enquanto outros possuem outros tipos de nutrientes, e variando há maior possibilidade de ingerir nutrientes diferentes e em quantidades adequadas.
Alguns legumes podem ser consumidos crus ou cozinhados, como a cenoura, o pimento e o aipo, enquanto que outros, como a batata, são tradicionalmente consumidos cozinhados. Podem ser consumidos numa grande variedade de formas, como parte de refeições principais, aperitivos ou em forma de sumo. O conteúdo nutricional dos legumes varia consideravelmente, embora contenham geralmente uma pequena percentagem de proteínas e de gorduras, e uma percentagem elevada de vitaminas, dietéticos minerais, fibras e hidratos de carbono. Muitos dos legumes contêm também fotoquímicos, compostos fundamentais para a saúde do organismo com características antioxidantes, anti bacterianas, anti fúngicas, anti virais e anti cancerígenas.


Alguns exemplos de legumes e os seus benefícios para a saúde.....  ::) ;D ;)


                                  Cenoura

A cenoura é uma grande fonte de vitamina A, beta-caroteno, responsável pela manutenção de cabelos, peles, ossos e olhos saudáveis, além de fornecer sais minerais: fósforo, cloro, potássio, cálcio, sódio e vitaminas do complexo B. Este legume se conserva por longo tempo, dessa forma é difícil que se estrague. Quando conservada  no frigorífico pode permanecer em boas condições por 1 a 2 semanas. Possui um sabor levemente adocicado, que faz com que combine com diversos alimentos e pode ser preparado de várias formas.
Dificilmente o prato favorito de Bugs Bunny precisa de uma descrição, já que as cenouras são bem conhecidas e amadas por crianças e jovens de todo o mundo. Os benefícios das cenouras são lendários. Com certeza que a sua mãe também lhe disse que comer cenouras faz os olhos ficarem bonitos e melhora a visão e acuidade visual.
As cenouras estão habitualmente associadas com a cor laranja, mas de facto, existem outras variedades de cenouras com muitas outras colorações, entre o branco, amarelo ou roxo, com a última a ser a cor da variedade original.
A cenoura é uma planta com uma grossa, carnuda e colorida raiz, que cresce no subsolo, e uma ramificação de folhas verdes que surgem acima do solo. É conhecida cientificamente como Daucus Carota, um nome que pode ser rastreado até aos romanos antigos do século III.
As cenouras pertencem à família das Umbelíferas, cujo nome advém da formação em guarda-chuva que estas plantas adquirem. Como tal, as cenouras estão relacionadas com o funcho, cominho e endro. Existem mais de 100 variedades diferentes de cenouras que variam em tamanho e em cor, podendo ser tão pequenas quanto 5 cm e tão grandes quanto 90 cm, e variando de 1 a mais de 5 cm de diâmetro. A raiz da cenoura (a parte comestível) tem uma textura crocante e um sabor doce.

Benefícios -
Ideal no combate aos problemas da visão com função específica na retina; Tem propriedades diuréticas, são purificadoras e reguladoras das funções digestivas, fluidificantes da bílis, estimulam o peristaltismo ( tem propriedades anti-diarreicas quando ingerida cozida) e auxiliam na cicatrização das feridas. Consumidas cruas ( raladas) são ideais para ajudar a combater atrasos no crescimento ou no combate às infecções.


                                   Beterraba

A beterraba é uma raiz fonte de vitamina A, B e C , sódio, potássio, zinco, magnésio, folato e ferro. Na compra, a casca deve ser lisa, sem rachaduras e com folhas brilhantes. A beterraba pode ser consumida de diversas maneiras: batida no liquidificador com suco de laranja, em sopas, refogadas com outros legumes ou crua em salada. As folhas e os talos da beterraba também devem ser aproveitados, pois além de conter vitamina A tem uma óptima quantidade de fibras e minerais. Para se ter uma ideia 100g de beterraba tem em média 0,3 mg de ferro, já 100g da folha de beterraba tem aproximadamente 3,1mg de ferro na sua composição. As folhas da beterraba podem ser preparadas como a couve, refogadas ou acrescidas em sopas.
A beterraba pertence à família das Amaranthaceae-Chenopodiaceae. Embora tipicamente adquiram um belo tom vermelho-púrpura, também existem variedades de beterraba de raiz dourada ou branca. Não importando a sua cor, a raiz de beterraba não é tão robusta quanto aparenta; o mais pequeno hematoma causará que a beterraba liberte pigmentos vermelhos, que contêm anticianinas benéficas (flavonóides), especialmente durante o cozimento.
O doce sabor da beterraba reflecte a seu elevado teor de açúcares, o que a torna uma importante fonte para a produção de açúcar refinado. A raiz de beterraba crua tem uma textura crocante que se transforma em cremosa, quase amanteigada, depois de cozida. A beterraba é o principal ingrediente da tradicional sopa do leste europeu, o borsch, e embora seja deliciosa crua (em saladas por exemplo) é tipicamente comida cozida.
As folhas de beterraba têm um sabor amargo, mas possuem uma personalidade viva e alegre. As folhas são extremamente ricas em nutrientes, com uma alta concentração de vitaminas, minerais e carotenóides (beta-caroteno, luteína e zeaxantina) e podem ser preparadas tal como os espinafres

Benefícios
 A ingestão de ácido fólico é muito importante, em especial para as mulheres grávidas. Estimula o sistema linfático e fortalecem o sistema imunitário. As qualidades purificadoras da beterraba, bem como a estimulação do fígado, dos rins, da vesícula, do baço e dos intestinos, são algumas das propriedades reconhecidas.



                                         Abóbora

Devido à presença do beta-caroteno, a abóbora também é fonte de vitamina A, com poder antioxidante, no qual de acordo com alguns estudos realizados, pode prevenir certos tipos de cancro. Além disso, também se encontra na abóbora outras vitaminas e minerais e uma óptima quantidade de fibras presentes.
Procure não armazenar as abóboras em temperatura abaixo de 10 graus C, pois isso acelera a sua deterioração.
Geralmente as pessoas jogam fora as sementes, mas elas são óptimas fontes de proteínas. A semente torrada pode ser um aperitivo delicioso, e é fácil preparar: lave e deixe secar, depois asse em forma untada por uma hora a 120 graus C.
Não deixe de comer ao menos uma vez ao dia uma porção de legumes, fará muito bem à sua saúde.
Tal como as courgettes, as abóboras são também membros da família Cucurbitaceae. As suas cascas são duras e bastante difíceis de furar, o que lhes permite ter longos períodos de armazenamento (entre um a seis meses). A carne da abóbora tem um sabor adocicado, com todas as variedades a conterem interiores ocos onde se localizam as sementes.
Estamos a começar a descobrir a riqueza nutricional fornecida pela abóbora, um legume cuja importância era tão elevada para os nativos americanos que chegavam a enterrar os seus mortos juntamente com abóboras como refeição para a última viagem. As abóboras estão disponíveis de Agosto a Março, sendo preferível consumi-las de Outubro a Novembro

Benefícios
Alto valor nutritivo e de fácil digestão. Para mulheres grávidas são uma boa ajuda contra náuseas, enjoos e vómitos.


Que os 12 desejos se tornem realidade....

Offline a gerência

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 1805
  • Karma: 113
  • Tudo sob control...
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #1 em: Janeiro 27, 2009, 10:38:01 »
Continuando.......  ;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D  ::) ::) ::) ::) ::) ::) ::) ::)

                                        Aipo


O aipo é um legume “bienal” (o que significa que tem um ciclo de vida normal de dois anos) e que pertence à família das umbelíferas, cujos membros incluem cenouras, funcho, salsa e endro. Embora a maioria das pessoas associe imediatamente o aipo com o seu caule, as folhas, raízes e sementes também são utilizadas como alimentos, temperos, e até como remédios naturais.
O aipo cresce até uma altura de 40 cm e é composto por caules de folhas, dispostos numa forma cónica e sob uma base comum. Os pés têm uma textura crocante e delicada, mas um sabor ligeiramente salgado. Os caules do centro são os mais apetecíveis e são também os mais tenros. No Brasil, o aipo apresenta normalmente a cor verde, mas na Europa podemos também encontrar uma variedade de cor branca. Tal como os espargos brancos, este tipo de aipo é cultivado à sombra e sem contacto com a luz solar, de modo a inibir a produção de clorifila.

Benefícios
Pode baixar o nível de colesterol e a tensão arterial, alivia as dores articulares, tem poucas calorias e é uma boa fonte de potássio.


                                          Alface

As palavras alface e salada são praticamente indissociáveis, já que a grande maioria das saladas são predominantemente feitas de tenras e verdes folhas de alface. A maioria das alfaces exalam pequenas quantidades de um líquido branco e leitoso quando as suas folhas são quebradas. Esse “leite” atribui à alface um sabor ligeiramente amargo e está na origem do seu nome cientifico, Lactuca Sativa, já que Lactuva deriva da palavra latina para “leite”.
As alfaces podem ser classificadas em várias categorias, mas as mais comuns são:
Alface Romana: também conhecida como Alface-orelha-de-mula, esta variedade de alface tem folhas de um verde profundo, com uma textura crocante e sabor intenso.
Alface Repolhuda (Alface Iceberg): com folhas verdes no exterior e no interior folhas esbranquiçadas e doces, esta variedade tem uma textura fresca e aquosa e sabor suave. A mais conhecida deste tipo de alface é a variedade Iceberg.
Alface Butterhead: este tipo de alface tem folhas grandes que formam a cabeça e que pode ser facilmente separada do caule. Tem um sabor suave e adocicado. As variedades mais conhecidas são a alface tipo Boston e a alface tipo Bibb.
Alface-crespa: apresenta folhas amplas e encaracoladas que podem ser verdes e/ou vermelhas com um sabor delicado e crocante.

Benefícios
Contém um princípio calmante muito eficaz, indicado para as pessoas que têm insónia ou são muito tensas e agitadas. Rico em fibras (celulose) o seu consumo pode aumentar a mobilidade intestinal ajudando assim, a equilibrar as funções intestinais


                                Alho Francês

O Alho Francês, cientificamente conhecido como Allium Porrum, está relacionado com o alho, cebola e chalotas. Possui um bolbo pequeno e um longo caule branco e cilíndrico de camadas sobrepostas que fluí para folhas de coloração verde, hermeticamente seladas e lisas.
Os alhos franceses têm aproximadamente 25 cm de comprimento e de 3 a 5 cm de diâmetro. Apresentam um sabor relacionado com o odor que emanam, uma característica que faz lembrar as chalotas, mas mais doce e subtil. A parte comestível é a parte branca e verde clara do caule, cuja parte mais tenra pode ser comida, mas que há medida que o alho francês envelhece, adquire um leve sabor a madeira.

Benefícios
Elimina o Ácido Úrico, combate a Artrite Úrica, Sinusite e a Bronquite. É um alcalinizante e diurético. Ajuda quem sofre de Prisão de Ventre.

Que os 12 desejos se tornem realidade....

Offline a gerência

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 1805
  • Karma: 113
  • Tudo sob control...
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #2 em: Janeiro 27, 2009, 10:44:14 »
 ;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D ::) ::) ::) ::) ::) ::) ::) ::) ;) ;) ;) ;) ;) ;)


                                        Alho

Para um vegetal tão pequeno, o alho (Allium Sativum), tem uma grande, e bem merecida, remotação. Este membro da família das liliáceas, um primo das cebolas, alhos franceses e cebolinho, pode transformar qualquer refeição numa saudável e aromática experiência culinária.
O alho está organizado num bolbo, chamado de “cabeça”, e formado por um conjunto de “dentes”. Tanto o bolbo como os dentes são cobertos por uma capa de casca fina que pode ser branca, rosa ou roxa.
Os dentes de alho são de cor branca, e apesar de terem uma textura firme, podem ser facilmente cortados ou esmagados. O sabor do alho não tem paralelo, pois atinge o paladar com uma forte pujança envolta numa subtil doçura.
As cabeças de alho, em forma de gota, variam na dimensão, contudo, medem em média cerca de 4 centímetros de altura por dois centímetros de largura no seu ponto mais largo.

Benefícios
Estimula a secreção salivar e do suco gástrico, aumenta o apetite, regula a digestão, combate a diarreia. Actua como anticoagulante protegendo as artérias do coração, pulmão e cérebro. É utilizado no tratamento de dislipidemias (colesterol alto, triglicerídeos elevados) e da hipertensão arterial.


                                             Courgettes

As courgettes, que vêm em muitas variedades diferentes, são membros da família Cucurbitaceae e primas do melão e do pepino. Embora cada variedade seja distinta em cor, forma, tamanho e sabor, todas partilham algumas características comuns. Todo o legume, incluindo a carne, sementes e pele é comestível, com algumas variedades de courgette a produzirem também flores comestíveis. Ao contrário da abóbora, as courgettes são mais sensíveis e não podem ser armazenadas por longos períodos de tempo.
O sabor delicado, suave e cremoso da polpa branca da courgette é uma perfeita adição a qualquer refeição de verão. Embora estivesse no passado apenas disponível durante o Verão, hoje pode ser adquirida em qualquer altura do ano, embora seja entre Maio e Julho que está ao seu melhor nível.

Benefícios
Combate a Dispepsia,  Gastrite, Cólon Irritado, Colite e Infecções Cardiovasculares


                                                Beringela

A beringela é um legume muito apreciado pela sua beleza, bem como pelo seu sabor e textura única. As beringelas pertencem à família das plantas “Solanaceae”, e que são familiares do tomate, batata e pimentos. A beringela cresce de uma forma muito parecida com o tomate, pendurado a partir de uma planta que cresce a vários metros de altura.
A mais popular variedade de beringela tem a forma de uma pêra oval, uma característica pela qual o seu nome é conhecido nos Estados Unidos (Eggplant). A pele é brilhante e de uma profundidade de cor púrpura, enquanto que a carne adquire uma consistência esponjosa. Contidas dentro da carne da beringela estão dispostas as sementes num padrão cónico.
Para além desta variedade de beringela, também existem muitas outras variedades de cores, incluindo lavanda, verde jade, laranja, amarelo e branco, e de muitos outros tamanhos e formas, que vão desde um pequeno tomate a uma grande abobrinha.
Apesar de alterar ligeiramente de sabor e textura de acordo com a sua variedade, podemos descrever a beringela como tendo um agradável sabor amargo e textura esponjosa. Em muitas receitas, a beringela cumpre o papel de ser um ingrediente complementar que equilibra os sabores de outros ingredientes mais pronunciados.

Benefícios
Não apresenta gorduras e pelo seu conteúdo de fibras, vitamina (vitamina C e folacina) e, principalmente minerais (cálcio, magnésio, potássio, fósforo e ferro) ela é indicada para as pessoas que querem manter a forma e a saúde. Os pesquisadores ainda não desvendaram totalmente como agem os princípios activos da beringela, mas acreditam que eles inibam, em parte, a absorção intestinal de gorduras.


Que os 12 desejos se tornem realidade....

Offline a gerência

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 1805
  • Karma: 113
  • Tudo sob control...
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #3 em: Janeiro 27, 2009, 10:50:06 »
 8) 8) 8) 8) 8) 8) 8) 8) ::) ::) ::) ::) ::) ::) ::) ::)


                                          Couve

A couve, ou repolho, é um membro da família das crucíferas, e está relacionada com os brócolos e couves-de-bruxelas. A couve tem uma forma arredondada e é composta por camadas sobrepostas de folhas. Existem três tipos principais de couve: verde, vermelho e savoy. A cor verde da couve varia de verde pálido a verde-escuro, enquanto que a variedade vermelha da couve tanto é roxa como carmesim com veias brancas a atravessar as folhas. As folhas da couve verde e couve vermelha são lisas, enquanto que as folhas da variedade Savoy são mais enrugadas e de cor amarelada.
Como o interior das folhas da couve estão protegidas da luz solar, são mais claras na coloração. As variedades verde e vermelha da couve apresentam um sabor mais definido e uma textura crocante quando comparadas com a variedade Savoy, de natureza mais delicada.
Outras variedades de couve disponíveis no mercado são a Bok Choy ou a Couve Chinesa (Napa). A Bok Choy tem um sabor leve e uma maior concentração de vitamina A. A Couve Chinesa, com as suas folhas verde pálido, é muito utilizada em saladas.

Benefícios
Excelente fonte de beta-caroteno e vitamina C e E.
Boa fonte de ácido fólico, cálcio, ferro e potássio.
Contém bioflavonóides e outras substâncias que protegem contra o cancro.


                                      Couve de Bruxelas

As couves-de-bruxelas são membros da família Brassica, e por conseguinte, parentes próximos da couve e dos brócolos. As couves de Bruxelas fazem lembrar um mini repolho, com diâmetros de cerca de 2,5 cm, e crescem em cachos de 20 a 40 sobre o caule de uma planta que pode atingir os 90 cm de altura. Este tipo de couve é tipicamente de cor verde, embora existam algumas variedades que apresentam uma tonalidade vermelha. Na generalidade, são vendidos separadamente, embora possam ser encontrados nas lojas ainda em cachos e anexados ao caule. Quando cozidos, a couve de Bruxelas apresenta uma textura densa e um sabor doce e “verde”.


                                                    Couve Flor

A couve flor é um vegetal crucífero, como tal está na mesma unidade familiar dos brócolos, couve de Bruxelas e repolho. Têm uma cabeça compacta (chamada de “coalhada”), com uma média de 15 cm de diâmetro, e composto por “botões” florais subdesenvolvidas. As flores estão associadas a um caule central, que quando divididas e separadas em gomos, aparenta ser uma árvore pequenina, facto este que agrada a muitas crianças.
A rodear a couve flor existem folhas grossas que a protege da luz solar, impedindo o desenvolvimento de clorofila. Enquanto este processo contribua para a coloração branca da maioria das variedades, a couve flor também pode ser encontrada em cor verde e roxo. Entre estas, as folhas e floretes são mais pequenos, e as folhas são tenras e comestíveis.
A couve flor crua tem uma textura esponjosa, embora firme, e um ligeiro sabor sulfuroso e amargo.

Benefícios
Possui sais minerais importantes que actuam na formação dos ossos, dentes e sangue . Tem funções para evitar problemas de pele e do aparelho digestivo, são essenciais ao crescimento e evita a queda dos cabelos.

Que os 12 desejos se tornem realidade....

Offline a gerência

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 1805
  • Karma: 113
  • Tudo sob control...
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #4 em: Janeiro 27, 2009, 10:56:19 »
 :P :P :P :P :P :P :P :P :P ;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D


                                                Ervilhas

Quando a maioria das pessoas pensa em ervilhas, lembra-se delas como o alimento que “adoravam detestar” quando eram crianças, ainda que fossem extremamente divertidas de brincar no prato durante as refeições. Contudo, muitas destas crianças ao tornarem-se adultos ganham um renovado apreço por este delicioso e vibrante alimento, devido ao seu maravilhoso sabor e textura. Existem normalmente dois tipos de ervilhas que são consumidos, a ervilha-torta, sendo utilizados o grão e a vagem, e também a ervilha de debulhar, que como o nome indica, apenas permite o consumo do grão.
As ervilhas comuns são cientificamente conhecidas com Pisum Sativum, sendo uma planta anual, ou seja com um ciclo de vida de um ano. O peso médio de uma ervilha varia entre os 0.1 e 0.40 gramas, sendo utilizadas na gastronomia enlatadas, frescas, congeladas ou até secas.
As ervilhas são cultivadas há milhares de anos, sendo o ponto de foco localizado na Síria e Turquia, e há quem defende que as ervilhas estão associadas à difusão da agricultura no Neolítico na Europa.

Benefícios
A ervilha oferece muitos benefícios à saúde, variando conforme a espécie do grão. De uma forma geral, podemos afirmar que os grãos possuem sais minerais, como Cálcio, Fósforo, Ferro, Enxofre, Potássio e Cobre, elementos que são constituintes estruturais dos tecidos corpóreos e reguladores orgânicos que controlam os impulsos nervosos. A leguminosa também possui vitaminas A, importante para a visão e para a formação de ossos; vitaminas do complexo B, que desempenham um papel importante no metabolismo energético; e vitamina C, importante nos processos de cicatrização.


                                                Espargos

Os espargos são plantas perenes que pertencem à família Liliaceae. Embora tenham sido já catalogadas cerca de 300 variedades de espargos, apenas 20 são comestíveis.
Os espargos, lanças carnudas cobertas com cabeças compactas, são muitas vezes considerados como um legume de luxo, prezado pelo sabor suculento e textura tenra. São colhidos na Primavera, quando atingem os 6 a 8 centímetros de altura. Embora a variedade mais comum seja o espargo de cor verde, existem outras duas variedades que são comestíveis. O espargo branco, de todos o mais delicado e tenro, é cultivado debaixo da terra para inibir o desenvolvimento de clorofila, e por conseguinte, criar a sua distintiva coloração branca. Geralmente, os espargos brancos são encontrados enlatados, embora seja possível comprá-los frescos em algumas lojas gourmet, a um preço mais exigente já que a produção é mais trabalhosa.
Existe ainda uma outra variedade de espargos comestíveis, o espargo de cor roxa. São muito mais pequenos que a variedade verde ou branca (normalmente apenas 2 a 3 centímetros de altura) e apresenta um sabor a fruta. A cor púrpura deste tipo de espargo é conferida pelas antocianinas, um tipo de fitonutriente benéfico para a saúde. Com o cozimento prolongado, a cor roxa poderá desaparecer.

Benefícios
Excesso de peso (baixo em calorias, rico em água, elevado teor de fibra)
Prevenção de doenças (acção anti-oxidante)
Efeito depurativo e diurético (favorece a eliminação do excesso de líquidos do organismo)
Evita a obstipação (o seu alto conteúdo de fibra insolúveis regula o trânsito intestinal)



                                                    Espinafres

Os espinafres pertencem à família das Amaranthaceae-Cenopodiaceae, tal como a beterraba, e chega mesmo a partilhar o seu sabor ligeiramente amargo.
O Popeye popularizou o consumo de espinafres, mas não é aconselhável comê-los da mesma forma que ele, ou seja a partir de uma lata. Os espinafres frescos conservam a delicada textura e cor verde jade que se perdem quando são processados. O espinafre cru tem um leve sabor doce e refrescante que pode ser utilizado em saladas, com o sabor a tornar-se mais robusto e ácido quando é cozinhado.
Existem três tipos de espinafres geralmente disponíveis: o Savoy com folhas curvas e enrugadas, o semi-savoy, que é bastante parecido com o primeiro embora seja mais fácil de lavar, e o de folha plana ou lisa, o mais popular e consumido e o mais fácil de lavar das três variedades. O espinafre bebé é óptimo para utilizar em saladas devido ao seu sabor delicado e textura suave. O nome cientifico do espinafre é Spinacia Oleracea

Benefícios
É recomendado para pessoas anémicas e desnutridas. É um dos vegetais mais importantes para corrigir o excesso de ácidos formados no organismo. É excelente para pessoas de vida sedentária, por combater a pressão arterial alta, arteriosclerose e artrites. O espinafre deve fazer parte da alimentação das crianças, porque actua de forma eficiente na acção do crescimento
                                         


Que os 12 desejos se tornem realidade....

Offline a gerência

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 1805
  • Karma: 113
  • Tudo sob control...
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #5 em: Janeiro 27, 2009, 11:07:31 »
 ;) Mais uns tantos para enrriquecer o nosso frigorífico......  ;D ;D ;D ;D ;D ::) ::) ::) ::) ::)


                                      Feijão Verde

O Feijão Verde pertence à mesma família dos feijões de casca, como o feijão manteiga, feijão branco ou feijão preto. Mas ao contrário dos seus primos, todo o conteúdo, da vagem à semente, pode ser consumido. O feijão verde apresenta uma grande gama de dimensões, mas normalmente mede cerca de 10 cm de comprimento. Normalmente, tem uma bonita cor verde esmeralda, com um registo cromático mais claro em cada ponta. Contendo no interior da casca pequenas sementes de casca fina, esta variedade de feijão conheceu grande remotação devido à frescura, sabor e doçura da própria casca.
O nome científico do feijão verde é Phaseolus Vulgaris.

Benefícios
O folato muito útil para o sistema imunitário, enquanto vitamina C, vitamina B2, vitamina B6 e provitamina A ou beta-caroteno ajuda o nosso corpo para a produção de anticorpos, mantendo a produção energética celular, e sobre a manutenção da pele, mucosas, ossos e cabelo.


                                                      Nabo

Os grelos são as folhas verdes da planta do nabo, conhecidos pela sua saborosa raiz. O Nabo, conhecido cientificamente como Brassica Rapa, pertence à família das Cruciferae, e é um primo de outros legumes muito importantes na nutrição e saúde humana, como a couve, repolho ou brócolos.
O seu ligeiro sabor amargo é na realidade muito apreciado sendo utilizado na confecção de sopas da cozinha de todo o mundo, com especial destaque para a cozinha sul-americana e mediterrânica.

Benefícios
Previne bronquite, tosses, cálculos dos rins e da bexiga.


                                        Pepino

A expressão “fresco como um pepino” não é sem mérito. O elevado teor de água deste legume atribui-lhe um sabor húmido e frio.
Os pepinos, cientificamente conhecidos como Cucumis Sativus, tanto podem ser comidos crus ou em pickles. Os pepinos apresentam uma forma cilíndrica, e um comprimento que varia entre os 15 e os 23 cm, apesar de poderem ser muito mais pequenos ou maiores. A sua pele, que varia de verde para branco, tanto pode ser lisa como enrugada, dependendo da variedade. No interior do pepino existe uma carne esbranquiçada, verde pálido, que tanto é densa como aquosa e crocante, e uma grande quantidade de sementes comestíveis.
Algumas variedades são cultivadas em estufas, não têm sementes, são de pele lisa e variam entre os 30 e os 50 cm. Estas variedades são muitas vezes referidas como “pepino sem arroto”, uma vez que são bastante mais fáceis de digerir do que as outras variedades.
Os pepinos que são cultivados para fazer pickles são muito mais pequenos que a variedade para comer cru. O pepino “gherkin” é uma espécie cultivada especialmente para esse propósito.

Benefícios
É alcalinizante, calmante, refrescante, emoliente, laxante, estimulante, mineralizante. É o melhor dos diuréticos naturais que se tem conhecimento, promove o crescimento do cabelo. O suco de pepino presta valiosos auxílios nos casos de alta pressão arterial. É muito útil, também, nas enfermidades dos dentes e das gengivas. É excelente contra inflamações do aparelho digestivo, bexiga e uretra é recomendado também contra as gretadas dos lábios ou dos seios, e para a conservação da pele do rosto”. É utilizado na remoção de manchas, sardas, rugas.



                                                        Pimentos

Os pimentos são como o Natal do mundo vegetal, ornamentos maravilhosamente moldados, de aspecto brilhante e com uma variedade de cores vivas, como verde, vermelho, amarelo, roxo, laranja e até preto. Apesar da sua paleta variada, todos pertencem à mesma planta, cientificamente conhecida como “Capsicum Annuum”, e são membros da família “Nightshade”, que também inclui a batata, tomate e beringela.
Os pimentos são legumes “roliços”, moldados em forma de sino com três ou quatro lobos, existindo contudo outras variedades que têm uma forma mais cónica e sem distinção de lobos.
O pimento mede normalmente entre 5 a 13 centímetros de diâmetro e entre 5 a 15 centímetros de comprimento. Dentro do tecido carnudo existe uma cavidade interior com sementes, que embora comestíveis possuem um forte sabor amargo, e um núcleo esponjoso.
Os pimentos têm uma deliciosa, crocante e ligeiramente aguada textura. Os pimentos verde e roxo têm um sabor ligeiramente amargo, enquanto que o vermelho, laranja e amarelo são doces e quase frutados. O pimentão doce e paprika são preparados a partir dos pimentos de cor vermelha.

Benefícios
Grande fonte de vitamina C, ajuda a combater as constipações.

Que os 12 desejos se tornem realidade....

Offline a gerência

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 1805
  • Karma: 113
  • Tudo sob control...
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #6 em: Janeiro 27, 2009, 11:42:18 »
 ::) ::) ::) ::) ::) ::) ::) ::) ::)


                                                Tomate

O tomate é o fruto da planta Lycopersicon Lycopersicum é um membro da família Solanaceae. O nome que foi dado a este legume nas várias línguas do mundo reflecte alguma da história e mistério que a envolve. Lycopersicon significa “pêssego lobo” em latim e remete para a antiga crença que, tal como o logo, este legume era perigoso. Em francês é chamado “pomme d’amour” que significa “maçã de amor”, uma vez que se acreditava ter propriedades afrodisíacas, e na Itália é chamada “pomodoro” que significa “maçã dourada”, devido ao facto das primeiras espécies que os italianos conheceram terem sido de cor amarela.
Independentemente do seu nome, o tomate é um alimento extremamente popular e muito versátil, podendo ser encontrado numa multiplicidade de formas, cores e tamanhos. Existem tomates cereja, tomates em cacho, tomates em forma de pêra, tomates amarelos, vermelhos, roxos, laranja e verdes, entre outros.
Apenas os frutos do tomateiro podem ser comidos, já que as folhas contêm alcalóides tóxicos que são prejudiciais ao organismo. Os tomates têm segmentos carnudos no seu interior preenchidos com sementes e rodeados por uma matriz aquosa.
Embora os tomates sejam frutos no sentido botânico do termo, não têm a mesma doçura das outras frutas. Ao invés, esta doçura é substituída no tomate por um ligeiro sabor amargo e ácido. Os tomates são preparados e cozinhados como outros legumes, e é por isso que são categorizados dessa forma.

Benefícios
O licopeno é encontrado em maior quantidade nos tomates mais vermelhos. É uma substância antioxidante que quando absorvido pelo organismo ajuda a impedir e reparar os danos às células.


                                            Cebolas

As cebolas podem trazer atrás uma lágrima no olho, mas certamente irão também trazer deleite e sabor às suas papilas gustativas. A cebola, cientificamente conhecida como Allium Cepa, é à superfície um bolbo de um humilde castanho, branco ou tinto, e coberto por um papel fino e esfolhado. Contudo, e apesar da sua aparência simples, a cebola tem um sabor intenso.
As cebolas apresentam-se numa grande gama de tamanhos, cores e gosto, dependendo da sua variedade, e são um dos mais antigos legumes conhecidos da humanidade. Encontram-se numa grande panóplia de receitas que abrangem quase todas as culturas culinárias do mundo. As cebolas estão disponíveis frescas, congeladas, em conserva, enlatadas ou mesmo desidratadas. Dependendo da variedade, uma cebola pode ser forte, subtil, picante ou doce.

Benefícios
Auxiliar do organismo na defesa contra infecções, eliminando ao mesmo tempo eventuais substâncias tóxicas através dos rins. Regulariza enfermidades do estômago, é óptima contra prisão-de-ventre, inchaços de qualquer natureza, problemas de pele, garganta, ossos (reumatismo), intestino e, é ainda, diurética. Crua, colocada sob o nariz, ela corta hemorragias nasais. Aplicado topicamente, o suco de cebola é muito bom para as picadas de aranhas, abelhas e vespas, enfim, de insectos em geral. A cebola também é um excelente preventivo do enfarte. Frita ou assada, ajuda a dissolver coágulos sanguíneos. Para quem sofre de acidez estomacal ou formação de gases a cebola crua não é recomendada.


                                              Brócolos

O nome “brócolo” deriva da palavra latina “Brachium”, o que significa braço ou sucursal, um reflexo da sua forma ramificada caracterizada por uma cabeça compacta de ramos unificados por pequenas hastes e um caule mais espesso.
Devido às suas diferentes componentes, este legume fornece uma grande complexidade de sabores e texturas, variando de macio (os ramos) para fibroso ou crocante (as hastes e caule). A sua cor pode variar de sálvia a verde escuro ou verde púrpura, dependendo da variedade. Um dos mais populares tipos de bróculos é conhecido como “calabrese”, baptizado com o nome da província italiana da Calábria onde primeiro se originou este tipo de bróculos.
Existem outros produtos hortícolas, que embora mais raros, estão também relacionados com os brócolos, como os “broccolini”, uma mistura entre bróculos e couve, e a “flor de brócolos”, um cruzamento entre couve flor e brócolos. Os rebentos de bróculos também se tornaram muito populares recentemente, na sequência de uma investigação onde se descobriu a sua alta concentração de sulforafanos, um fitonutriente benéfico na luta contra o cancro.

Benefícios
Para a saúde mental e emocional. Essencial numa pele saudável.
Pigmento vegetal que o organismo transforma em vitamina A quando necessita. Protege o organismo de doenças causadas pelos radicais livres.
Benéfico na luta contra o crancro.

Que os 12 desejos se tornem realidade....

Offline gandratruck

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 426
  • Karma: 25
  • aprecia a inteligencia d outros, a tua ja a conhec
    • Uma vida dentro de um camião, pelas estradas da europa
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #7 em: Janeiro 27, 2009, 12:03:49 »
 ;D ;D   e la acabei a conhecer melhor a horta, gostei da cenoura que preserva o cabelo ehehehehe e os coentros que alguêm diz que são afrodisiacos ehehehe

parabéns e obrigado pela partilha
beijinho e cumprimentos ao cara :)
fg

Offline cordoba_580

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 8809
  • Karma: 217
  • "Luso-Truck-Fan"
    • Lusotruckfan
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #8 em: Janeiro 27, 2009, 13:12:28 »
Esqueceste de mencionar que esses condimentos bem regados com azeite de baixo teor e um pouco de vinagre, acaba por ser o melhor para a saúde ...

 ;)
luso-truck-fan

Offline a gerência

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 1805
  • Karma: 113
  • Tudo sob control...
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #9 em: Janeiro 27, 2009, 13:45:45 »
Obrigado....  ;D ;D ::) ::) ::) Sabem estou a ultrapassar uma fase "amarela" e andei a fazer umas pesquisas e achei interessante toda esta informação sobre a alimentação..... e decidi partilhar....  ;)
Se fizermos as opções correctas poderemos ter uma vida muito mais saudável....   ::)

Claro está que isto tudo não dispensa o aconselhamento do nosso  médico....  8)

Que os 12 desejos se tornem realidade....

Offline a gerência

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 1805
  • Karma: 113
  • Tudo sob control...
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #10 em: Janeiro 27, 2009, 14:37:17 »
Continuando com a nossa horta....  ;D ;D ;D ;D ;D ;D


                                        Batata

Quer se trate de puré, fritas, assadas ou cozidas, muitas pessoas encaram a batata como um alimento confortante. Este sentimento provavelmente inspirou o nome cientifico da batata, Solanum Tuberosum, já que Solanum é um derivado de uma palavra latina que significa “calmante”. O nome da batata também reflecte que este legume pertence à família Solanaceae, cujos membros incluem os tomates, beringelas ou pimentos.
Existem cerca de 100 variedades de batatas comestíveis que variam em tamanho, forma, cor, sabor e teor de amido. São classificadas como batata madura (as batatas de grandes dimensões com que estamos familiarizados) e batata nova (batatas que são colhidas antes da maturidade e que são de menor dimensão).
A pele da batata é geralmente castanha, vermelha ou amarela, e pode ser lisa ou áspera, enquanto que a polpa é amarela ou branca. Existem outras variedades que apresentam uma bonita pele roxo-cinza e uma polpa violeta.
Como as batatas têm um sabor neutro a amiláceos, servem como acompanhamento para muitas refeições. A sua textura varia um pouco, dependendo da preparação, mas que pode ser descrita, em termos gerais, como rica e cremosa.

Benefícios
A batata contém uma elevada percentagem de água e é um legume com baixo valor calórico: apenas 85 calorias em 100 g de batata cozida, rico em vitaminas, sais minerais e fibras, fonte de açúcares lentos. Essenciais para fornecer energia ao nosso organismo.


                                                      Salsa

A salsa, salsinha ou perrexil (Petroselinum crispum (Mill.) Nym.; Apiaceae (Umbelliferae)) é uma planta herbácea bienal, podendo-se também cultivar como anual. Forma uma roseta empenachada de folhas muito divididas, alcança 15 cm de altura e possui talos floríferos que podem chegar a exceder 60 cm com pequenas flores verdes amareladas.
O cultivo da salsa faz-se há mais de trezentos anos, sendo uma das plantas aromáticas mais populares da gastronomia mundial. A planta é originária da Europa. À salsa também se atribuem propriedades medicinais, como antioxidante e expectorante.
A variedade de salsa grande Petroselinum crispum tuberosum, possui uma raíz engrossada axonomorfa, parecida com a cherivia, esta é a que se consume como hortaliça crua ou cozida. Esta variedade tem folhas maiores e mais rugosas que a salsa comum, sendo mais semelhantes à espécie silvestre.
As folhas de todos os tipos de salsa são ricas em vitaminas A, B1, B2, C e D, isto se consumidas cruas, já que o cozimento elimina parte dos seus componentes vitamínicos.
A reprodução é feita por sementes, num local ensolarado e em solo que não seja demasiado compacto. Também pode ser cultivada em vasos fundos numa janela ensolarada.
As folhas frescas e tenras da salsa, simplesmente cortadas, são ideais para temperar pratos.

Benefícios
É diurética, estimulante e depurativa, combate a formação de gases e é eficaz no tratamento do reumatismo. O suco puro aplicado em compressas faz desaparecer os “galos” arroxeados das pancadas. Um chumaço de algodão humedecido no seu suco introduzido no nariz estanca a hemorragia nasal. O chá da raiz de salsa (de sabor adocicado) combate à obesidade e deve ser tomado de manhã, em jejum.


                                                            Agrião

Assim como a maioria das verduras de folha, o agrião é um vegetal de baixo teor calórico. Fornece 22 calorias em cada 100 gramas. Ele é considerado uma das principais fontes de vitamina A, essencial para a boa visão e para manter a saúde da pele. Apresenta ainda vitaminas do Complexo B(responsáveis pelo crescimento), além de grande quantidade de vitamina C.
Por suas propriedades tônicas e estimulantes, o agrião tem o poder de abrir o apetite. Assim, deve ser, sempre, servido como primeiro prato, em forma de salada, principalmente nos dias quentes, quando é muito refrescante.
Na hora da compra, escolha o maço que tiver folhas verdes e brilhantes, firmes, limpas e sem marcas de insetos. Nessas condições pode ser conservado em geladeira por 3 a 4 dias.
Os períodos de safra do agrião vão de janeiro a fevereiro e de agosto a setembro.

Benefícios
Tem alto potencial de sais minerais como Iodo, Enxofre, Fósforo e Ferro. Eles são importantes para o funcionamento da glândula tireóide, ajudam na formação de ossos e dentes, evitam a fadiga mental e estão ligados à produção de glóbulos vermelhos do sangue.
O agrião combate a ácido úrico, a tuberculose, o raquitismo, a formação de pedras nos rins, as cistites e ainda os efeitos tóxicos da nicotina. Como um dos produtos mais ricos da natureza, o agrião é digestivo, faz bem ao fígado, é diurético e bom para os diabéticos.
O suco de agrião, fervido com leite, em partes iguais, dá excelentes resultados contra doenças do peito, catarro e reumatismo. E mostra-se eficiente contra a bronquite quando misturado ao mel.


                                                  Hortelã

A Hortelã (Mentha piperita), ou simplesmente, Menta, é uma das plantas medicinais mais antigas e seria quase um crime falar do tracto digestivo sem dar a esta planta o seu devido lugar. A hortelã é sem dúvida, a planta mais usada no mundo, sendo encontrada numa ampla variedade de diferentes confecções. O chá de menta após o jantar evoluído provavelmente de um costume antigo de encerrar os banquetes com um ramo de menta para auxiliar a digestão, e prevenir contra a indigestão que se pode seguir.
Pensa-se que esta planta tem origem na Ásia Oriental e foi verificado ser um híbrido de duas plantas diferentes. É ainda uma das primeiras plantas a ser cultivada activamente. As plantas originais não são muito conhecidas e a Hortelã tem demonstrado ter uma composição genética complexa.
Aqueles que tem hortelã nos seus jardins saberão que a planta cresce vigorosamente e multiplica-se através de rizomas. Entretanto, quando crescem num lugar sem transplante regular, a hortelã pode deteriorar-se, perdendo o sabor e aroma.

Benefícios
Reúne propriedades anti espasmódicas (aliviam as cólicas), calmantes, tónicas e anti-sépticas. Facilita a digestão, combate à formação de gases, de cálculos da vesícula e vómitos .No aparelho respiratório favorece a expulsão dos especturação e impede a formação de mais mucos. É um bom remédio para a laringite. A hortelã é indicada nos espasmos de estômago e cólicas intestinais e biliares. É ainda excelente para obter um hálito refrescante., mastigando-se uma folhinha.


                                                  Fava

A fava (Vicia faba) é uma planta da família das leguminosas,não trepadeira que produz vagens grandes, dentro das quais se formam os grãos. (Fabaceae, Papilionoideae).
Alcança cerca de 1,20 metros de altura e produz flores grandes, brancas ou róseas, às vezes arroxeadas, com mácula preta.
A cor das vagens deve ser verde e brilhante, sem manchas.
Apesar de serem alimentos pequenos, os seus benefícios nutricionais são imensos.
Os nutrientes contidos nas sementes e na casca, e ingeridos naturalmente, fazem da sua composição nutricional um alimento rico em proteínas (indispensáveis na “construção” dos tecidos do organismo), em hidratos de carbono complexos (que fornecem energia) e fibras de todas as categorias: solúvel, como a pectina; e insolúveis, como as lenhinas celuloses e eniceluloses.

Benefícios
As leguminosas são fundamentais para uma boa alimentação e um elo essencial no processo digestivo. O seu consumo regular previne doenças como a obstipação e o cancro do intestino. Contribuem também para a redução do colesterol no sangue, para o controlo da diabetes e da obesidade.
Por outro lado o seu baixo índice glicémico potencia uma entrada mais lenta da glicose para o sangue, que ajuda a prolongar a sensação de saciedade e retarda o aparecimento da fome e falta de energia.


                                                Grão de Bico

O grão-de-bico, também chamado de gravanço, ervanço, ervilha-de-galinha ou ervilha-de-bengala, é uma leguminosa da família das fabáceas, muito distribuída na Índia e no Mediterrâneo.
Trata-se de uma planta herbácea, que mede entre 20 a 50 cm de altura, de flores brancas que desenvolvem uma bainha, em cujo interior se encontram entre 2 a 3 grãos no máximo. Os grãos de cor castanho-claro (ou também verde) são arredondados, tendo uma pequena "espora". A sua periodicidade é anual.
O grão-de-bico é um legume com importantes qualidades culinárias e nutritivas, sendo rico em proteínas, sais minerais e vitaminas do complexo B. Além disso, devido à grande quantidade de celulose contida na casca, o grão-de-bico estimula o funcionamento dos intestinos.
O grão de bico, do ponto de vista nutricional, é um excelente alimento. Devido à sua grande quantidade de amido, é usado pelo nosso organismo como fonte de energia. É pobre em água e gorduras, e está isento de colesterol.
Cada 100g de grão, contém 6g de fibras, sendo nas sua maioria, fibras solúveis, ajudando de uma forma bastante eficaz o nosso organismo a eliminar açúcares, gorduras e o colesterol.
O ácido fólico pode-se encontrar em doses generosas no grão. Vários estudos referem a importância desta leguminosa na prevenção de doenças cardiovasculares assim como no tratamento de vários tipos de anemia.
Contém uma generosa quantidade de cálcio, ferro e magnésio, minerais que desempenham funções importantes no nosso organismo.
Sendo um alimento relativamente barato oferece uma grande versatilidade na culinária.
É indispensável numa dieta alimentar equilibrada.

Benefício
Indispensável ao bom funcionamento do sistema nervoso e do coração, ao mesmo tempo que auxilia as células na produção de energia. O consumo regular de grão previne ainda o aparecimento do cancro do intestino e auxilia na redução do colesterol no sangue, controlo da diabetes e da obesidade.

















Que os 12 desejos se tornem realidade....

Offline fotografo

  • Administrator
  • Euro 1
  • *****
  • Mensagens: 18330
  • Karma: 314
  • "o suor poupa o sangue"
  • Serviço que efectua actualmente.: material cerâmico
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #11 em: Janeiro 29, 2009, 22:41:48 »
faltou falar do famoso "legume amarelo".... ;D ;D ;D ;D
nao sabem qual é ??? ??? ???

esperemos que um certo MEMBRO veja este tópico e que fale nos sobre esse legume.... ;D ;D ;D ;D

boinas verdes nao morrem, reagrupam se no inferno...

Offline morcego

  • FOLDING AJUDE UMA CAUSA .........
  • Administrator
  • Euro 1
  • *****
  • Mensagens: 8266
  • Karma: 280
    • exp
  • Serviço que efectua actualmente.: Transporte frigorifico de flores
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #12 em: Janeiro 31, 2009, 18:34:56 »
faltou falar do famoso "legume amarelo".... ;D ;D ;D ;D
nao sabem qual é ??? ??? ???

esperemos que um certo MEMBRO veja este tópico e que fale nos sobre esse legume.... ;D ;D ;D ;D

Legume amarelo ;D ;D ;D ;D  claro que é bom para a saude  ;D ;D ;D ;D

QUER AJUDAR ? SAIBA COMO, CARREGUE AQUI
GOSTAVA DE CRIAR HOMEPAGES, MAS NAO SEI O QUE ELAS COMEM ...

Offline fotografo

  • Administrator
  • Euro 1
  • *****
  • Mensagens: 18330
  • Karma: 314
  • "o suor poupa o sangue"
  • Serviço que efectua actualmente.: material cerâmico
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #13 em: Janeiro 31, 2009, 18:38:44 »

Legume amarelo ;D ;D ;D ;D  claro que é bom para a saude  ;D ;D ;D ;D

BÁÁÁÁ  LÁÁÁÁ...........o rapazito confessou..........eh eh eh ;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D

e agora rapaziada, querem saber de que legume se trata nao é ???
perguntem ao morcego.... :D :D :D :D :D

boinas verdes nao morrem, reagrupam se no inferno...

Offline manelze60

  • VIP
  • Euro 1
  • *
  • Mensagens: 10917
  • Karma: 229
  • Serviço que efectua actualmente.: Transporte de betão
Re:Os legumes e os seus benefícios
« Responder #14 em: Janeiro 31, 2009, 22:32:08 »

Acho que fiquei agora a saber que a cevada pode ser considerada um legume ;D